Congresso aprova projeto que amplia execução provisória do Orçamento de 2021 — Senado Notícias

O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (17) o projeto de lei que amplia a execução orçamentária provisória para o ano de 2021 para incluir nela financiamento de políticas públicas e salários de servidores. A execução provisória é conduzida quando o governo federal inicia um ano sem ter aprovado a Lei Orçamentária Anual (LOA). O PLN 1/2021 segue para sanção presidencial.

Com essa medida, o governo vai incluir na execução orçamentária provisória um montante de despesas que estava condicionado à aprovação do Congresso. No ano passado, ao enviar a proposta da LOA para 2021, a Executivo condicionou gastos no total de R$ 453,7 bilhões a um crédito suplementar para contornar a chamada “regra de ouro”, que proíbe o endividamento da União para pagar despesas correntes (custeio da máquina pública). Esse crédito só poderá ser apresentado após a aprovação da proposta orçamentária (PLN 28/2020).

O PLN 1/2021 A proposta mexe na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em vigor (Lei 14.116, de 2020) e permite que a equipe econômica utilize outras fontes de recursos para cobrir essas despesas condicionadas a operações de crédito. Assim, elas já ficariam disponíveis.

Segundo o líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), as despesas que serão cobertas com o dinheiro são imprescindíveis para a manutenção de serviços públicos importantes. Entre elas estão repasses para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e operações de caminhões-pipa da região do semiárido nordestino.

Salários

O governo também vai usar o dinheiro para pagar aposentadorias e pensões da Previdência Social e salários de servidores em ministérios, no Banco Central, em empresas estatais e nas Forças Armadas. Com o atraso na aprovação do Orçamento, o governo está na iminência de não conseguir cumprir esses compromissos, segundo Bezerra.

Fontes de recursos podem ser localizadas no superávit financeiro do Tesouro Nacional. Com a promulgação da Emenda Constitucional 109 (oriunda da PEC Emergencial), também estão disponíveis recursos de alguns fundos setoriais.

O texto foi aprovado sem emendas. Na Câmara, o deputado Vinícius Poit (Novo-SP) criticou a proposta, afirmando que o governo não tem mostrado compromisso em reduzir o endividamento público.

Com informações da Agência Câmara

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/03/17/congresso-aprova-projeto-que-amplia-execucao-provisoria-do-orcamento-de-2021.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Comissão da Covid debaterá dificuldades de estados e municípios na pandemia — Senado Notícias

A Comissão Temporária da Covid-19 (CTCOVID19) promove audiência pública remota nesta quinta-feira (22), às 10h. …