Debates sobre nichos de mercado e gestão de tempo para advogadas encerram evento da ESA – OAB

A OAB Nacional e a Escola Superior de Advocacia (ESA Nacional) promoveram, na noite desta quarta-feira (23), mais duas palestras do evento online “Desafios da Advogada ontem e hoje”, com o objetivo de debater os obstáculos impostos à advocacia feminina no passado e também no contexto atual da profissão. As discussões marcaram o encerramento do evento, que reuniu renomadas advogadas e especialistas para debater e disseminar conhecimentos sobre a igualdade de gênero com foco na advocacia.

No último dia do evento foram debatidos os temas “Novos Nichos de Mercado para advogada” e “Gestão do Tempo e Produtividade para advogadas”, com a participação de dirigentes de ordem e advogadas especialistas nos temas. O primeiro painel contou com a participação da vice-presidente da OAB-DF, Cristiane Damasceno, e a conselheira federal Raquel Cândido (DF). A moderação foi realizada pela vice-presidente da OAB-PI, Alynne Patrício de Almeida Santos.

Raquel Cândido falou sobre a experiência em um mestrado nos Estados Unidos, mercado de trabalho e orientação de carreira, áreas nas quais possui experiência e interesse. “Nós, aqui no Brasil, não temos muito essa tradição de planejamento, de pensar os nossos passos. A gente vai vivendo de acordo com o que aparece, sem pensar muito. O que a pandemia nos trouxe é justamente essa necessidade de olhar para gente e pensar: quais recursos que eu tenho para navegar nesse mundo? Todos nós tivemos que nos adaptar e suprir as nossas carências”, analisou Raquel Cândido.

Já a vice-presidente da OAB-DF, Cristiane Damasceno, abordou temas como resiliência, constância, perseverança e proatividade. Ela comparou a carreira na advocacia a uma corrida de obstáculos, com diversas fases e dificuldades, ressaltando que é preciso assumir as responsabilidades para avançar na disputa. “Traga para si a autorresponsabilidade. Não podemos terceirizar o nosso problema para o outro. O objetivo é que você saia da nossa conversa com outra perspectiva, visualizando oportunidades. Vamos ser pessoas constantes e ter perseverança”, afirmou.

Gestão de tempo e produtividade

A palestra de encerramento abordou gestão de tempo e produtividade, com a participação da advogada Kelly Coimbra, conselheira seccional na OAB-DF, e a psicóloga e consultora Cinthia Cruz, especialista no acompanhamento de carreira de advogadas. A moderação foi realizada pela secretária-geral da OAB-PE, Ana Luiza Mousinho.

Kelly Coimbra falou sobre produtividade e gestão de tempo da mulher advogada. Ela afirmou que o tema é essencial, mas ainda está sendo pouco explorado no mundo jurídico, sendo fundamental entender que é preciso fazer gestão pessoal e não gestão de tempo. “O que você gerencia são as suas prioridades, é o que você decide fazer naquele tempo de 24 horas que existe para todos. As pessoas acabam cometendo o equívoco de fazer cursos de administração do tempo, mas não existe gestão do tempo, o que existe é a gestão da própria vida, a gestão pessoal. Gerenciar a vida é gerenciar escolhas. Tudo o que a gente faz é porque, de alguma forma, decidimos priorizar”, disse.

Já a psicóloga Cinthia Cruz tratou de temas como depressão, ansiedade e equilíbrio. Ela destacou que muitas advogadas pensam em conseguir o equilíbrio nas atividades ao longo de um dia, mas é preciso ampliar esse período do tempo para trabalhar de uma forma melhor a prioridade de atuação. “As pessoas ficam com essa ilusão de que o equilíbrio existe ao longo das 24 horas do dia e quando isso não ocorre, as pessoas ficam estressadas e ansiosas. Eu trabalho com as minhas pacientes a prioridade da semana. Aprenda a olhar para a sua vida em trechos maiores, porque começamos a perder o foco das coisas quando queremos colocar tudo em 24 horas”, afirmou.

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/58765/debates-sobre-nichos-de-mercado-e-gestao-de-tempo-para-advogadas-encerram-evento-da-esa.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Comissão promoverá debate internacional sobre desenvolvimento sustentável e transição digital – OAB

A OAB Nacional, por meio da Comissão Nacional de Relações Internacionais (CNRI), vai promover uma …