Leila Barros é escolhida procuradora especial da Mulher no Senado — Senado Notícias

Em sessão remota nesta terça-feira (30), a senadora Leila Barros (PSB-DF) foi eleita pela bancada feminina a nova procuradora especial da Mulher no Senado para o biênio 2021-2023. 

— Serão dois anos de muita dedicação e trabalho na luta pela construção de uma sociedade em que mulheres e homens tenham os mesmos direitos. A Procuradoria Especial da Mulher também é um espaço para receber e acompanhar denúncias de violações aos direitos humanos que muitas vezes acontecem conosco apenas por sermos mulheres — disse Leila Barros. 

Ela substitui a senadora Rose de Freitas (MDB-ES), no cargo desde 2019. Para que Leila Barros tome posse, ainda é necessário que seu nome seja referendado pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco.  

Procuradoria Especial da Mulher 

Criada em 2013, a Procuradoria Especial da Mulher tem objetivo de inserir o Senado de forma mais efetiva no debate sobre questões de gênero e no esforço para a promoção de igualdade entre mulheres e homens. A procuradoria também é ativa na produção de artigos, pesquisas e livros voltados para inserção da mulher na política, além de fiscalizar e acompanhar a execução de programas federais que possibilitem a igualdade de gênero. 

O colegiado também atua pelo empoderamento feminino e contra todas as formas de violência e discriminação, garantindo direitos, emancipação individual e consciência coletiva para superação da dependência social e da dominação política. 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/03/30/leila-barros-e-escolhida-procuradora-especial-da-mulher-no-senado.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Gastos com Previdência podem chegar a R$ 21 bi em 2021, segundo a IFI — Senado Notícias

Os gastos com Previdência no ano que vem foram superestimados em até de R$ 21 …