Presidente do STJ prestigia posse de nova desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas – STJ

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF), ministro Humberto Martins, participou nesta terça-feira (6) da solenidade virtual de posse da nova desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Vânia Maria do Perpétuo Socorro Marques Marinho.

A magistrada foi nomeada pelo governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), em vaga do quinto constitucional reservada ao Ministério Público estadual.​​​​​​​​​

Ministros do STF e do STJ, conselheiros do CNJ e diversas outras autoridades participaram da cerimônia virtual da posse de Vânia Marinho no TJAM. 

Por videoconferência, o presidente do STJ enalteceu a carreira da desembargadora Vânia Marinho. “Sua trajetória bem demonstra a sua contribuição para todo o sistema de Justiça do Estado do Amazonas, bem como para a cultura jurídica nacional”, afirmou.

O ministro Humberto Martins aproveitou a oportunidade para se solidarizar com as famílias das mais de 330 mil vítimas da pandemia da Covid-19.

“Em nenhum momento foi previsto o que estamos passando agora. Todos precisamos dedicar mais amor ao próximo. Nada é impossível para Deus: tudo passa, só não passa a misericórdia de Deus. A pandemia será vencida”, declarou.

Além de Martins, a cerimônia contou com a presença de vários ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) – inclusive do presidente da corte e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Luiz Fux –, ministros do STJ, conselheiros do CNJ e diversas outras autoridades.

Currícu​​​lo

Vânia Marinho é graduada em direito pela Universidade Federal do Amazonas. Possui especialização em legislação ambiental, direito civil e processo civil, além de mestrado em direito ambiental penal.

Antes de assumir o cargo de desembargadora, atuou no Ministério Público amazonense, onde ingressou em 1998. Vânia Marinho encerrou a trajetória como promotora de Justiça na área da infância e juventude.

“Muito se fala que crianças e adolescentes são o futuro do Brasil, mas eles necessitam ser cuidados, hoje, enquanto sujeitos de direitos, para que possam ter, amanhã, o mesmo futuro que almejamos para nossos filhos; nada mais, nada menos”, disse a nova desembargadora do TJAM em seu discurso de posse.​

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/ATtPxyjHsnI/06042021-Presidente-do-STJ-prestigia-posse-de-nova-desembargadora-do-Tribunal-de-Justica-do-Amazonas.aspx.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Segunda Turma confirma que primeira transexual da FAB não poderia ter sido aposentada no posto de cabo – STJ

Atualizada em 20/04/2021, às 17h43 A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou …