Não há prosperidade sem educação, diz Humberto Martins em lançamento de nova sede da universidade do TJBA – STJ

“A educação como fator de desenvolvimento é essencial para alavancar a prosperidade social, econômica e política de um país”, declarou nesta quinta-feira (10) o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Conselho da Justiça Federal (CJF), ministro Humberto Martins, durante a cerimônia virtual de inauguração da nova sede da Universidade Corporativa do Tribunal de Justiça da Bahia (Unicorp).

Para o presidente do STJ, educar é uma missão sagrada e um valor fundamental para o Estado Democrático de Direito: “Devemos educar para o bem, ensinando o amor”.

Humberto Martins destacou também a importância da educação corporativa para a formação continuada de magistrados e servidores do Poder Judiciário. Ele enalteceu a cultura jurídica da Bahia e o legado do seu expoente, o jurista Rui Barbosa.

“Para Rui Barbosa, o papel da educação na modernização da sociedade conduz à consolidação de uma inteligência popular e é essencial para a reconstrução do caráter nacional; para ele, a ciência está de mãos dadas com a liberdade”, lembrou Martins.

Renovação e fortalecimento da ​​Justiça

Também presente à abertura, o procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou que a nova sede da Unicorp contribuirá para a “renovação de mentes” no processo de fortalecimento de um Judiciário “comprometido com as leis e a Constituição” na Bahia.

Por sua vez, o presidente do TJBA, desembargador Lourival Almeida Trindade, ressaltou o compromisso da Unicorp com uma educação jurídica multidisciplinar para responder aos desafios em um mundo de transformações cada vez mais aceleradas.

“Precisamos estar sempre atualizados, já que o direito se encontra em permanente mutação, e quem não segue os seus passos estará a cada dia menos operador dele”, afirmou.​

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/70mZlrXSNvk/10062021-Nao-ha-prosperidade-sem-educacao–diz-Humberto-Martins-em-lancamento-de-nova-sede-da-universidade-do-TJBA.aspx.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Fixação de curatela compartilhada para interditado não tem caráter obrigatório – STJ

Diferentemente do que ocorre com a guarda compartilhada de filhos, a adoção da curatela compartilhada …