Senado aprova o nome de Vilma da Conceição para a diretoria do IFI — Senado Notícias

O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (7), a indicação (OFS 5/2021de Vilma da Conceição Pinto para ocupar o cargo de diretora da Instituição Fiscal Independente (IFI) — vaga anteriormente ocupada por Josué Alfredo Pellegrini. A economista é a primeira mulher negra a exercer um cargo de diretoria da IFI. 

 A nomeação foi elogiada pelas senadoras Simone Tebet (MDB-MS) e Eliziane Gama (Cidadania-MA), representantes da Bancada Feminina do Senado. Eliziane destacou os desafios enfrentados por mulheres em cargos de liderança. 

 — Nós, enquanto mulheres, temos uma participação majoritária no estudo, nas universidades. Portanto, as mulheres estudam mais no Brasil. Mas infelizmente a maioria absoluta das mulheres recebem, em média, um percentual bem abaixo em relação ao mesmo salário dos homens. E o que nós temos aqui, com a dra. Vilma, é uma mulher que já sofre muito no que se refere, por exemplo, à igualdade salarial, e ainda uma mulher negra, que infelizmente é uma vítima ainda maior, considerando o acesso ao mercado de trabalho e, sobretudo, aos cargos de liderança. Vilma ultrapassa, rompe essas barreiras hoje, ao assumir, de forma muito proeminente e importante, a liderança do IFI — pontuou. 

Simone Tebet completou ao citar as competências e o extenso currículo da economista: 

— O IFI tem cinco anos, tem feito um trabalho ímpar nos que se refere à transparência das contas públicas, como referência de informação para o Brasil. Este é um momento em que nós da bancada feminina temos que dizer ao Senado Federal e ao presidente, Rodrigo Pacheco: muito obrigada. É mais uma conquista.

 CAE

Durante sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), nesta segunda-feira (5), Vilma Conceição Pinto destacou que, no atual contexto econômico e social, as instituições fiscais ganham maior relevância e defendeu a necessidade de melhorar as políticas de assistência aos mais vulneráveis e de retomar investimentos públicos eficientes.

— É inegável que foram feitos esforços no sentido de reduzir essa trajetória, mas ainda há desafios a superar para alcançar o reequilíbrio fiscal com qualidade e eficiência dos gastos públicos — disse.

Currículo

Vilma da Conceição Pinto é graduada em economia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e mestre em economia empresarial e finanças pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com dissertação sobre os impactos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no nível de endividamento dos estados.

Iniciou a carreira profissional no Instituto Brasileiro de Economia da FGV, onde trabalhou de 2014 a 2020. Neste período, foi responsável pelas projeções e análises de política fiscal e escrevia mensalmente artigos sobre conjuntura fiscal, no boletim macro do FGV-IBRE. Também escreveu dezenas de textos para discussão, notas técnicas e artigos relacionados às finanças públicas das três esferas da federação.

IFI

Criada em 2016, a Instituição Fiscal Independente do Senado busca ampliar a transparência nas contas públicas. A indicação de Vilma Pinto foi feita pelo presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), senador Otto Alencar (PSD-BA). O relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) foi lido pelo senador Esperidião Amin (PP-SC).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/07/07/senado-aprova-o-nome-de-vilma-da-conceicao-para-a-diretoria-do-ifi-1.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Senado avalia se será possível votar o Código Eleitoral em setembro, afirma Pacheco — Senado Notícias

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que o novo Código Eleitoral, aprovado pela Câmara …