DF: Nota técnica orienta prisão cautelar de ofício em casos de violência doméstica

O Centro de Inteligência do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDF), na Nota Técnica nº 5, concluiu que é cabível prisão preventiva, de ofício, em qualquer fase do inquérito policial ou da instrução criminal, dos acusados de agressão contra a mulher, no âmbito doméstico ou familiar. O documento aponta que a prisão preventiva de ofício está mantida mesmo com as inovações trazidas pela Lei 13.964/2019 (Pacote Anticrime), que suprimiu a expressão “de ofício” do art. 282, parágrafo 2º, e do art. 311, ambos do Código de Processo Penal (CPP).

A Nota do Centro de Inteligência do TJDFT reforça ainda que a previsão não retira a natureza excepcional da prisão cautelar, que somente terá cabimento quando o juiz se deparar com uma situação de grave risco à segurança da mulher e, preenchidos os requisitos legais gerais do art. 312 e seguintes do CPP, nenhuma outra medida se revelar satisfatória. O documento não possui efeito vinculante e busca oferecer insumos para formação do entendimento de magistrados e magistradas.

Fonte: TJDFT

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/df-nota-tecnica-orienta-prisao-cautelar-de-oficio-em-casos-de-violencia-domestica/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=df-nota-tecnica-orienta-prisao-cautelar-de-oficio-em-casos-de-violencia-domestica.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Reeducandos em Vila Velha (ES) participam de curso sobre comunicação não-violenta

Durante essa semana, 60 reeducandos da Penitenciária Semiaberta e da Casa de Custódia de Vila …