Inteligência artificial: bloqueio de valores aumenta 84% no Tribunal do Paraná

De janeiro a junho deste ano, foram realizadas 29.434 solicitações de bloqueio de bens e valores por meio do uso de inteligência artificial, no Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). Esse total representa um aumento de 84% em relação à quantidade de solicitações formalizadas no mesmo período de 2020, que foi de 15.988. Atualmente, 33 comarcas utilizam a ferramenta PIAA-SisbaJud, ao passo que na metade do ano passado eram apenas 13.

O uso do Projeto de Inteligência Artificial e Automação (Robô PIAA), desenvolvido pelo TJPR em 2019, aliado à integração do Projudi – sistema de processos digitais da Justiça paranaense – ao Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (SisbaJud), traz maior agilidade e efetividade no protocolo de ordens judiciais. Com isso, é possível executar e acompanhar as ordens judiciais de bloqueio de bens dentro do Projudi, além de realizar as solicitações de pesquisa de endereços.

Recentemente, o desenvolvimento do Robô PIAA atingiu a sua terceira fase, com novas funções, como criar e protocolar minutas, aguardar o retorno de resposta final (com ou sem desdobramentos), devolver documentos .pdf do retorno final para o Projudi e solicitar transferências e desbloqueios.

Fonte: TJPR

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/inteligencia-artificial-bloqueio-de-valores-aumenta-84-no-tribunal-do-parana/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=inteligencia-artificial-bloqueio-de-valores-aumenta-84-no-tribunal-do-parana.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Reeducandos em Vila Velha (ES) participam de curso sobre comunicação não-violenta

Durante essa semana, 60 reeducandos da Penitenciária Semiaberta e da Casa de Custódia de Vila …