Justiça do Trabalho terá atendimento presencial em 29 cidades do RS nesta semana – AASP

Nesta semana (19 a 23/7), a Justiça do Trabalho gaúcha terá atendimento ao público presencial em 29 cidades, incluindo Porto Alegre. As unidades judiciárias desses municípios estarão na segunda etapa do Plano de Retomada e também poderão realizar audiências presenciais. Em três delas (Santo Ângelo, São Borja e Santa Cruz do Sul), a segunda etapa iniciará apenas na terça-feira (20/7).

Veja as cidades que terão atendimento presencial:

  • Região 4 e 5: Capão da Canoa, Osório, Torres e Tramandaí.
  • Região 6: Taquara.
  • Região 7: Estância Velha, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Sapiranga.
  • Região 8: Canoas, Esteio, Montenegro, São Sebastião do Caí, Sapucaia do Sul e Triunfo.
  • Região 9: Camaquã, Guaíba e São Jerônimo.
  • Região 10: Alvorada, Gravataí, Porto Alegre e Viamão.
  • Região 11: Santo Ângelo e São Borja. (a partir de terça-feira, dia 20)
  • Região 28: Santa Cruz do Sul. (a partir de terça-feira, dia 20)
  • Região 29 e 30: Encantado, Estrela, Lajeado e Taquari.

 

Primeira etapa

As outras 36 cidades gaúchas que possuem sedes da Justiça do Trabalho estarão na primeira etapa do Plano de Retomada, que contempla apenas atividades presenciais internas e cumprimento de mandados. Essa fase tem duração de 15 dias.

Oito municípios já estarão na segunda semana da primeira etapa, retomando atendimento e audiências presenciais em 27 de julho.

Outras 27 cidades começarão a primeira etapa nesta segunda-feira (19/7), pois tiveram seus Alertas retirados no Sistema 3As no último dia 14. Estas deverão retomar atendimento e audiências presenciais em 3 de agosto. Soma-se a essas unidades o Foro Trabalhista de Cachoeirinha, que estava em obras e também inicia a primeira etapa nesta segunda.

As unidades judiciárias que se encontram na primeira etapa seguem atendendo por e-mail, Balcão Virtual ou telefone, e realizando audiências telepresenciais.

Veja quais são:

Municípios na primeira etapa do Plano de Retomada (apenas atividades internas e cumprimento de mandados) e que, se a situação não mudar, deverão retomar atendimento e audiências presenciais em 27 de julho:

  • Região 1 e 2: Santa Maria e Santiago.
  • Região 12: Cruz Alta.
  • Região 16: Erechim.
  • Região 13: Ijuí e Panambi.
  • Região 22: Bagé e Dom Pedrito.

Municípios na primeira etapa do Plano de Retomada (apenas atividades internas e cumprimento de mandados) e que, se a situação não mudar, deverão retomar atendimento e audiências presenciais em 3 de agosto:

  • Região 3: Alegrete, Itaqui, Rosário do Sul, Santana do Livramento, São Gabriel e Uruguaiana.
  • Região 10: Cachoeirinha (iniciará primeira etapa somente em 19/7, pois estava com prédio em obras)
  • Região 14: Santa Rosa.
  • Região 15 e 20: Frederico Westphalen, Palmeira das Missões e Três Passos.
  • Região 17, 18 e 19: Carazinho, Lagoa Vermelha, Marau, Passo Fundo e Soledade.
  • Região 21: Arroio Grande, Pelotas, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar e São Lourenço do Sul.
  • Região 23, 24, 25 e 26: Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Farroupilha, Gramado, Nova Prata, Vacaria.
  • Região 27: Cachoeira do Sul.

 

Medida excepcional

Vale lembrar que o atendimento presencial é medida excepcional, apenas para casos estritamente necessários, e funciona por três horas diárias, que variam conforme a localidade. A preferência segue sendo o contato por e-mail, Balcão Virtual ou telefone. Veja aqui os horários de atendimento e os contatos das unidades.

Regulamentação

O Plano de Retomada das Atividades Presenciais é regulamentado pela Portaria Conjunta nº 3.857/2020, do TRT-RS. O trabalho presencial só pode ocorrer em cidades que estejam localizadas em regiões sem Alerta no Sistema 3As.

Veja aqui as principais informações sobre o Plano de Retomada das Atividades Presenciais.

Fonte: TRT-4ª

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Nova lei garante direito de transmissão de jogo de futebol para clube mandante – AASP

As novas regras não serão aplicadas aos contratos de transmissão celebrados antes da vigência da …