Boletim ao vivo | Trabalhador que teve contratação cancelada com um X na carteira de trabalho não consegue indenização

 
                         Baixe o áudio

Reproduzir o áudio  Pausar o áudio  Aumentar o volume  Diminuir o volume

 

 O caldeireiro pediu o pagamento de indenização por danos morais. Alegou que o ato foi ofensivo  e o prejudicaria na busca de um novo emprego. O Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região, no Rio de Janeiro, manteve a sentença que havia considerado improcedente o pedido. Segundo o TRT, o cancelamento do contrato de trabalho da forma que foi realizado pela empresa, apesar de equivocado, não causou dano à personalidade do trabalhador.

 

Ouça os detalhes na reportagem de Pablo Lemos. 

Fonte Oficial: TST.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Amaury Pinto e Alberto Balazeiro tomam posse como ministros do TST

    Em sessão administrativa realizada nesta quarta-feira (21), o desembargador do trabalho Amaury Rodrigues …