Organizadores de eventos com público superior a 500 pessoas devem solicitar Passaporte da Vacina – AASP

De acordo com os protocolos setoriais em vigência, a organização desses eventos deve fiscalizar a situação vacinal e garantir que os participantes tenham sido vacinados com pelo menos uma dose do imunizante antiCovid. A fiscalização municipal atua cotidianamente, com a intenção de estimular a imunização dos cidadãos, especialmente aqueles que estão com as segundas doses pendentes, aumentando assim a proteção da população contra a doença.

Comprovação
Como estabelece o decreto municipal 60.488/2021 “a comprovação pode ser feita por meio digital (com o comprovante disponível nas plataformas VaciVida e ConectSUS) ou com o próprio cartão de vacinação, pelo registro físico. Em relação a quem se vacinou no exterior, basta apresentar o certificado de vacinação do país.

É importante que qualquer estabelecimento pode pedir adesão voluntária do Passaporte da Vacina na cidade, no entanto, em caráter de orientação à população.

Fiscalização
Os estabelecimentos serão fiscalizados pelos órgãos competentes conforme o decreto municipal 59.298, de 22 de março de 2016. A multa para o descumprimento da Lei, segundo os parâmetros da legislação vigente, é a partir de R$ 9.232,65.

Fonte Oficial: AASP.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

TJMA – Judiciário decide que criança pode ter dois pais na Certidão de Nascimento – AASP

Em São Mateus do Maranhão, o Judiciário determinou a inclusão do nome do pai biológico …