‘PEC da Acessibilidade’ está na pauta do Plenário nesta terça — Senado Notícias

Está na pauta da sessão plenária desta terça-feira (28) a discussão da Proposta de Emenda à Constituição que inclui a acessibilidade e a mobilidade entre os direitos individuais e coletivos expressamente previstos na Constituição (PEC 19/2014), conhecida como “PEC da Acessibilidade”.

O texto, cujo primeiro signatário é o senador Paulo Paim (PT-RS), havia sido aprovado em primeiro turno em outubro de 2019, com 56 votos a favor e nenhum contra, mas desde aquele ano não voltou a ser incluído na ordem do dia. A PEC precisa passar por três sessões de discussão para ser votada em segundo turno. A primeira sessão de discussão foi encerrada em novembro de 2019.

O texto acrescenta os termos “acessibilidade” e “mobilidade” ao artigo 5º, que trata dos direitos e deveres individuais e coletivos da Constituição. Paim pretendia adicionar as citações ao caput do artigo, mas uma emenda do senador Antonio Anastasia (PSD-MG) e acatada pelo relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), as posicionou entre os mais de 70 incisos. Essa parte do texto seria a mais adequada para detalhar propósitos específicos, explicou o relator. Randolfe classificou a proposta como muito importante, apontando que “a menção expressa será mais eficaz do que a inferência implícita que se faz desses direitos”.

Três outros projetos estão na pauta de discussão da sessão desta terça-feira.

  • O Projeto de Lei 1.561/2020, do deputado federal Capitão Wagner (Pros-CE), autoriza o Poder Executivo a instituir a Loteria da Saúde e a Loteria do Turismo. O senador Weverton (PDT-MA) será o relator. Os valores provenientes da renda líquida e dos prêmios não reclamados dessas loterias, prevê o projeto, serão destinados respectivamente ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) e ao Fundo Geral de Turismo (Fungetur).
  • O Projeto de Lei 1.422/2019, do deputado federal Felipe Rigoni (PSB-ES), estabelece o CPF como “número único e suficiente para identificação do cidadão nos bancos de dados de serviços públicos” e determina que ele passe a constar dos demais documentos, como certidões de nascimento, casamento e óbito, entre outros. O relator no Senado é Esperidião Amin (PP-SC).
  • O Projeto de Decreto Legislativo 288/2021 adiciona um 64º protocolo ao Acordo de Livre Comércio firmado entre o Brasil e o Chile em 2018. A votação do texto chegou a ser marcada para agosto, mas foi adiada a pedido do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. O projeto condiciona à consideração do Congresso Nacional quaisquer atos que possam resultar em revisão do protocolo e do acordo. Nelsinho Trad (PSD-MS) é o encarregado do parecer no Senado.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/09/27/pec-da-acessibilidade-esta-na-pauta-do-plenario-nesta-terca.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Lei amplia tolerância para excesso de peso em ônibus de passageiros e caminhões de carga — Senado Notícias

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.229, de 2021, que aumenta de 10% para …