Webinário debate promoção de direitos sociais na próxima quinta-feira (19/5)

O debate sobre políticas judiciárias voltadas para a promoção de direitos sociais e a ampliação da conscientização sobre esses direitos serão focos do 1º Webinário da Comissão Permanente de Políticas Sociais e de Desenvolvimento do Cidadão. O evento promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) será realizado na próxima quinta-feira (19/5), a partir das 10h.

Conheça a programação completa do evento e faça sua inscrição

De acordo com o conselheiro do CNJ e presidente da Comissão Permanente de Políticas Sociais e de Desenvolvimento do Cidadão, Mário Goulart Maia, é fundamental a adoção de novas soluções, como a Política Nacional Judicial de Atenção a Pessoas em Situação de Rua. “É uma oportunidade de apresentar e colocar em debate questões que estão no escopo dos direitos sociais e que, posteriormente, serão aprofundados pelos trabalhos dos integrantes da Comissão.”

Ao longo da programação, serão abordados os problemas e possíveis soluções para a promoção dos direitos sociais, especialmente a sua importância para a inclusão de grupos mais vulneráveis. Entre os temas, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, racismo, preconceito e discriminação à população trans, moradia adequada e sustentabilidade.

Serviço

1º Webinário da Comissão Permanente de Políticas Sociais e de Desenvolvimento do Cidadão
Quando: quinta-feira (19/5), das 10h às 18h
Onde: canal do CNJ no YouTube
Informações e inscrições: https://www.cnj.jus.br/agendas/i-webinario-da-comissao-permanente-de-politicas-sociais-e-de-desenvolvimento-do-cidadao/

Jeferson Melo
Agência CNJ de Notícias

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/webinario-debate-promocao-de-direitos-sociais-na-proxima-quinta-feira-19-5/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=webinario-debate-promocao-de-direitos-sociais-na-proxima-quinta-feira-19-5.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Judiciário do Amapá inscreve para edição do Casamento Homoafetivo na Comunidade

O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), em parceria como o Conselho Estadual dos Direitos …