Escola Judiciária do TSE promove curso sobre segurança das eleições para alunos de todo o país — Tribunal Superior Eleitoral

Cerca de 350 pessoas acompanharam na tarde desta sexta-feira (5) o treinamento virtual que faz parte do curso “Segurança e Auditoria nas Eleições Brasileiras”, promovido pela Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (EJE/TSE). O conteúdo da aula on-line poderá ser acessado a qualquer momento no canal do TSE no YouTube.

A aula virtual realizada hoje foi ministrada pelo secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Julio Valente, e contou com a coordenação dos trabalhos da assessora-chefe da EJE, Polianna Santos.

Foram mais de 1,2 mil pessoas inscritas de todo o país. Participaram representantes de partidos políticos, parceiros institucionais e interessados de diversas áreas da sociedade, além de magistradas e magistrados, servidoras e servidores da Justiça Eleitoral. Todos assistiram a uma apresentação detalhada, que proporcionou uma melhor compreensão sobre o funcionamento e as camadas de segurança do sistema eletrônico de votação.

Júlio Valente abordou a história das urnas eletrônicas e dos instrumentos de segurança e transparência do sistema de votação informatizado. O secretário da STI também destacou as iniciativas do Tribunal de combate à desinformação, as legislações relacionadas ao tema e as medidas para uma maior promoção da transparência das eleições, como o Teste Público de Segurança (TPS), o Teste de Integridade e outras formas de auditoria do voto.

A capacitação tem carga horária de 4 horas/aula, sendo 2 horas de treinamento virtual e 2 horas de apresentação de materiais, textos e vídeos em plataforma de Ensino a Distância (EaD). A certificação do curso se dará mediante a participação efetiva de todas as etapas.

Capacitação cidadã

Para a assessora-chefe da EJE/TSE, o objetivo principal da qualificação é promover melhor compreensão do funcionamento e das camadas de segurança do sistema eletrônico de votação.

“A desinformação sobre o processo eletrônico de votação fomenta uma necessidade de promover informação segura e de qualidade, com linguagem simples e direta. Mas, além disso, o curso é um espaço para formar multiplicadores, ajudando a levar informação correta e colaborar com a legitimidade do processo eleitoral”, afirma Polianna Santos.

Para a aluna Auremar Sabino, o curso vai acrescentar na sua formação acadêmica e possibilitar a atuação como agente de conscientização política na comunidade.

O colega de capacitação, Renan Ferreira Silva, agradeceu pela possibilidade de participar do treinamento, que, segundo ele, foi uma forma democrática de obter as informações sobre o processo eleitoral e ter garantida ainda mais a inclusão cidadã do sistema político.

Juanil Araújo ressaltou a importância do curso, enfatizando que um bom treinamento, com informações claras e precisas, ajuda a contribuir para o combate à desinformação e para a manutenção da democracia.

Saiba mais sobre cursos disponíveis pela EJE/TSE.

TP/LC, DM

Fonte Oficial: https://www.tse.jus.br/comunicacao/noticias/2022/Agosto/escola-judiciaria-do-tse-promove-curso-sobre-seguranca-das-eleicoes-para-alunos-de-todo-o-pais.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Produtos Recomendados

Confira Também

Instituto dos Advogados Brasileiros reitera confiança no sistema eletrônico de votação — Tribunal Superior Eleitoral

Na noite desta segunda-feira (8), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, …