Violência doméstica: Núcleo Psicoterapêutico é inaugurado na Praça XI, no Rio

Uma parceria desenvolvida entre a Prefeitura do Rio e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) deu origem a mais uma ferramenta de combate à violência contra a mulher. Foi inaugurado no último dia 1º o Núcleo Psicoterapêutico Chiquinha Gonzaga (Neap), localizado na Praça XI, voltado para mulheres em situação de violência.  Participaram da inauguração do espaço a coordenadora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Coem), desembargadora Suely Magalhães; o prefeito Eduardo Paes e a secretária de Políticas e Promoção da Mulher, Joyce Trindade, entre outros.

Esse é o primeiro serviço público de atendimento continuado em psicoterapia para mulheres em situação de violência do país. Para acessar a unidade, a vítima deve ser encaminhada por um dos órgãos que fazem parte da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher do Rio de Janeiro.

Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), na cidade do Rio, a violência psicológica foi a segunda mais registrada entre os tipos de violência doméstica, em 2020, com 30,1% das queixas, ficando atrás apenas da violência física, com 34,4%.

O Neap funciona de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados, das 9h às 16h, no Centro de Artes Calouste Gulbenkian, no Centro do Rio.

Serviço 

Neap Chiquinha Gonzaga
Rua Benedito Hipólito nº 125, Centro
Funcionamento: de segunda a sexta, das 9h às 16h
E-mail: [email protected]

Fonte: TJRJ

Fonte Oficial: https://www.cnj.jus.br/violencia-domestica-nucleo-psicoterapeutico-e-inaugurado-na-praca-xi-no-rio/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=violencia-domestica-nucleo-psicoterapeutico-e-inaugurado-na-praca-xi-no-rio.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

CNJ lança #BlocodoRespeito: campanha de conscientização contra o assédio no Carnaval

O Conselho Nacional de Justiça promove, de 3 a 17 de fevereiro, o #BlocoDoRespeito, uma …