Coletânea sobre Direito Processual do jurista Barbosa Moreira é lançada no STF – STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) sediou, nesta quarta-feira (18), o lançamento da coleção atualizada “Temas de Direito Processual”, que reúne nove livros do professor José Carlos Barbosa Moreira (1931-2017). A obra, escrita ao longo de três décadas, foi agora reeditada, em versão atualizada por estudiosos do Direito Processual, entre eles os ministros Luís Roberto Barroso, presidente do STF, e Luiz Fux. O evento foi realizado na Biblioteca Ministro Victor Nunes Leal e também contou com a presença dos ministros Cristiano Zanin e Marco Aurélio (aposentado).

Referência

Barbosa Moreira é considerado um dos maiores expoentes do Direito Processual brasileiro e tornou-se referência na formação de muitas gerações de juristas no Brasil, na América Latina e na Europa. Ex-alunos de Barbosa Moreira na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), os ministros Barroso e Fux lembraram, com bom humor, aspectos da personalidade do grande mestre e de como seus ensinamentos marcaram suas trajetórias.

Segundo Barroso, Barbosa Moreira era um professor extraordinário e um jurista exemplar, de enorme seriedade acadêmica e científica, além de um grande amigo. Fux agradeceu o trabalho desenvolvido pelos coordenadores responsáveis pelo relançamento da coletânea, já que se trata de obra clássica, que merece ser lida e relida.

Coordenação

A coletânea tem como coordenadores o vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), Aluisio Mendes, o desembargador federal Luiz Paulo da Silva Araújo Filho e Carlos Roberto Barbosa Moreira, advogado e filho do autor. A reedição manteve intacto o texto original. Ao final de cada estudo, foram feitas observações dos atualizadores, que trazem dados sobre a evolução do direito brasileiro na matéria.

Atualização

Carlos Roberto Barbosa Moreira contou que a família inicialmente se opôs à atualização da obra, que teria sido inevitavelmente superada pelo novo Código de Processo Civil (CPC), de 2015. Mas manifestações de importantes juristas interessados em atualizar alguns volumes culminou com o interesse do Instituto Brasileiro de Direito Processual em promover a atualização dos nove volumes.

CT, VP//CF

 

 

 

Fonte Oficial: http://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=516337&ori=1

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

Relator preside conciliação que resulta em acordo referente à apreensão de adolescentes no Rio de Janeiro – STF

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF), presidiu audiência de conciliação nesta quarta-feira …