Morre Sergio Vieira, repórter premiado da Agência Senado — Senado Notícias

O jornalista Sergio Salexandre Vieira, membro da equipe da Agência Senado, morreu na noite desta terça-feira (21), aos 47 anos. Sergio era servidor do Senado desde 2005 e também trabalhou na Rádio Senado, onde ganhou dois prêmios por suas reportagens.

A diretora da Agência Senado, Paola Lima, lamentou a partida precoce de Sergio.

— A Agência perde um profissional comprometido e engajado. Alguém que entendia muito de política, estava sempre pronto para discutir ideias e pensar o contexto que estamos vivendo, o que é muito importante na cobertura. Um cara educado e atencioso. Estamos todos arrasados.

A repórter da Rádio Senado Hérica Christian conheceu Sergio no ensino médio e trabalhou com ele na Rádio Senado. Ela lembrou a personalidade do colega.

— O Serginho era muito discreto e tímido. Ele rodopiava as pessoas até o momento em que se sentia confortável em falar. Tinha um olhar e ouvidos atentos e um mundo naquela cabeça que poucos conheciam. Ele era de uma perspicácia e de uma inteligência que poucos sabiam.

Sergio é natural de Brasília (DF). Na sua trajetória, se destacam os trabalhos com foco social e sobre os direitos humanos. Em 2010 ele venceu o Prêmio Imprensa Embratel pela reportagem “Quando a sombra cai: a história da tortura no Brasil”. Ao receber o prêmio, Sergio destacou a relevância permanente do tema.

— Aqui no Brasil a tortura é praticada há séculos e nunca parou. Na época da ditadura militar teve mais repercussão, porque foi institucionalizada, mas farta documentação comprova que ela continua depois de 1985. É voltada, como antes da ditadura militar, para pessoas das classes D e E, pobres e miseráveis — disse.

Sergio também venceu, em 2015, o Prêmio Petrobras de Jornalismo, na categoria Reportagem Cultural, pela reportagem “Torrente”, que lembrou os dez anos de falecimento da escritora Hilda Hilst. Ele também havia sido finalista do Prêmio Imprensa Embratel em 2008, com a reportagem “A gota de sangue: histórias de uma poetisa menina de rua”, sobre a trajetória do escritor transsexual Anderson Herzer.

A causa da morte e informações sobre o velório e sepultamento do jornalista ainda não foram confirmadas pela família.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2023/11/22/morre-sergio-vieira-reporter-premiado-da-agencia-senado.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

Senado prepara extensa programação para comemorar seu bicentenário — Senado Notícias

O Senado Federal realizará em 2024 uma série de eventos legislativos e culturais para comemorar …