in

Corregedoria da OAB cumpre etapa de correição nas seccionais do Acre e do Amapá

O Conselho Federal da OAB promoveu, nesta quinta-feira (16/5), correição na seccional do Acre. Entre os objetivos estão a obtenção de informações relativas ao processo ético-disciplinar nas seccionais. 

Participaram da atividade a corregedora nacional e secretária-geral adjunta do CFOAB, Milena Gama; o corregedor nacional adjunto, Pérsio Oliveira Landim; a corregedora adjunta, Claudia Medeiros; o presidente do TED-AC, Andrias Sarkis; e a corregedora seccional, Ana Caroliny Silva Afonso Cabral.

A iniciativa das correições realizadas por etapas em todo o país é da corregedora Milena Gama. “Cumprimos com êxito a etapa da correição na OAB-AC. Cada seccional demanda um trabalho específico. Entre os nossos objetivos está o de capacitar cada vez mais os operadores dos processos ético-disciplinares”, afirmou Milena. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Amapá

A OAB-AP recebeu a equipe da Corregedoria Nacional nos dias 8 e 9 de maio. Na oportunidade, foram captadas informações relacionadas ao processo ético-disciplinar na seccional e apresentadas soluções para questões pontuais que possam gerar obstáculos e resultar em atrasos procedimentais na unidade. 

Nessa etapa, participaram da atividade a corregedora nacional Milena Gama; o corregedor-adjunto da OAB Nacional, Persio Landim; o presidente em exercício da OAB-AP, Edivan Silva dos Santos; a corregedora da OAB-AP, Camila Rodrigues Ilário; e o presidente do TED-AP, César Farias da Rosa.

“A correição é uma oportunidade para trocar informações entre as seccionais. Nossas preocupações estão voltadas à celeridade dos processos disciplinares, à observância do manual de procedimentos do processo ético-disciplinar e à utilização do meio eletrônico para a tramitação dos processos”, disse Landim.

Em ambas etapas a equipe técnica da Coordenação da Corregedoria foi chefiada por Aline Portela Bandeira.

Fonte Oficial: OAB

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Efetividade da execução trabalhista é debatida em seminário no TST

Contrapropaganda: aprovada multa para quem descumprir obrigação