in

Campeonato Nacional de Futebol da Advocacia chega ao fim com a consagração dos campeões

A primeira edição do Campeonato Nacional de Futebol da Advocacia chegou ao fim nesse domingo (2/6), em Recife (PE). Participaram do evento mais de duas mil pessoas que assistiram a 131 partidas, divididas nas modalidades de futebol masculino (livre e master) e futebol society (masculino master, super master, sênior e feminino livre).

O evento, promovido pelo Conselho Federal da OAB, foi organizado pela Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (Concad), em parceria com a OAB-PE e a Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (CAAPE). A competição ocorreu de 28 de maio a 2 de junho, principalmente no Centro de Treinamento do Retrô FC Brasil.

O campeonato contou com a chancela de duas importantes instituições do esporte brasileiro: a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Federação Pernambucana de Futebol (FPF). As bolas usadas durante o evento foram oficiais, e a FPF designou os árbitros dos jogos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Eduardo Uchôa Athayde, coordenador nacional das Caixas de Assistência, afirmou que o torneio “foi maravilhoso”. “Passamos uma semana aqui no Recife. Fomos muito bem acolhidos e fizemos 131 jogos no Retrô. O campeonato foi um sucesso, uma participação enorme, e a final foi maravilhosa”, enalteceu Athayde.

De acordo com a presidente da CAAPE, Anne Cabral, o primeiro campeonato de futebol da Advocacia foi um sucesso. “Mais de duas mil pessoas circulando durante os jogos no Retrô, com os atletas competindo. É muito bonito ver essa integração entre os colegas de classe”, disse.

Premiação

Os três melhores times de cada categoria receberam medalhas conforme a posição (ouro, prata e bronze). Os primeiros colocados ainda receberam uma mascote do campeonato de pelúcia, a “Didi”, uma homenagem à fauna pernambucana, representada por uma onça suçuarana.

Futebol 11 Livre

No palco do estádio dos Aflitos, Rio Grande do Norte e Minas Gerais disputaram o primeiro lugar na categoria Futebol 11 Masculino. O tempo regulamentar terminou em empate, por 3 a 3. A decisão foi para os pênaltis, e por 4 a 2 Minas Gerais levou a taça de campeão. A final foi transmitida pelo site da Confederação Pernambucana de Futebol no Youtube.

O terceiro lugar foi disputado entre Amapá e Santa Catarina, no Centro de Treinamentos do Retrô. Santa Catarina levou a melhor, vencendo por 3 a 1.

Futebol Society Feminino

A final da categoria Futebol Society Feminino foi entre Distrito Federal e Sergipe. O primeiro lugar ficou com o Distrito Federal, que venceu por 3 a 0.

Disputaram o terceiro lugar Paraíba e Goiás. A partida terminou em 4 a 0 para o Goiás, dando ao time a medalha de bronze.

Futebol Society Master

A final da categoria Futebol Society Master foi entre Mato Grosso do Sul e Paraíba. O primeiro lugar ficou com os sul-mato-grossenses, que venceram por 1 a 0.

Disputando o terceiro lugar, Alagoas e Minas Gerais. A partida terminou em 2 a 1 para Alagoas, que levou a medalha de bronze.

Futebol Society Sênior

Também no Centro de Treinamentos do Retrô foram disputados o primeiro, segundo e terceiro lugar da categoria Futebol Society Sênior. O Amapá levou o primeiro lugar contra o Maranhão, com o placar de 1 a 0.

O terceiro colocado foi Minas Gerais, que venceu por 3 a 1 a Paraíba.

Society Supermaster

A final da categoria Futebol Society Supermaster foi entre Minas Gerais e Acre, no Centro de Treinamentos do Retrô. O primeiro lugar ficou com o time mineiro, que aplicou uma goleada de 4 a 1.

A disputa do terceiro lugar entre Pernambuco e Paraíba foi com muita emoção. No tempo regulamentar, a partida terminou em 3 a 3, mas nos pênaltis, Pernambuco venceu por 9 a 8 e levou para casa a medalha de bronze.

Confira o placar de todas as partidas 

Clique aqui para mais informações sobre o evento

Confira e baixe as fotos do campeonato no Flickr do CFOAB

Fonte Oficial: OAB

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

STF mantém suspensa lei de Ribeirão Preto (SP) que flexibiliza horário e local de clubes de tiro

CCJ analisa autorização para jogos de azar e contribuição a sindicato