in

Mara Gabrilli é reeleita para Comitê da ONU sobre Pessoas com Deficiência

A senadora Mara Gabrilli (PSD-SP) foi reeleita, nesta terça-feira (11) em Nova Iorque (EUA), para integrar o Comitê da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (CRPD). A disputa renova metade (9 das 18 vagas) dos peritos independentes do comitê que cumprirão mandato de quatro anos (2025-2028). A votação ocorreu durante a 17ª Conferência dos Estados Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (COSP), na sede da ONU, em Nova Iorque. Mara Gabrilli concorreu com outros 12 candidatos e foi eleita com o voto de 140 entre os 186 países que votaram. A senadora foi indicada à reeleição pelo governo brasileiro, por meio do Ministério das Relações Exteriores.

— É uma honra representar o Brasil novamente perante as Nações Unidas. Assim como no mandato anterior, faremos um trabalho de muito comprometimento, trazendo para o nosso país o que foi bem-sucedido lá fora e levando para outros países as conquistas que já tivemos por aqui — declarou a senadora, por meio de sua assessoria.

Em seu primeiro mandato, Mara Gabrilli foi perita do comitê em um momento delicado, em que o colegiado teve que lidar com a pandemia de covid-19. Na ocasião, os trabalhos do comitê ocorreram de forma remota. Em seus discursos, a senadora alertou sobre os impactos da pandemia na saúde física e mental das pessoas com deficiência (PcD), tema que foi objeto de reuniões conduzidas de forma remota com a sociedade civil e agências da ONU.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Mara Gabrilli também teve a oportunidade de apresentar um relatório sobre a China, nação com maior número absoluto de pessoas com deficiência do mundo. Ela participou, ainda, do monitoramento de cerca de 30 nações, contribuindo com as recomendações de políticas públicas para distintos governos, com vistas à plena realização dos direitos e da inclusão das pessoas com deficiência nesses países.

— Tenho muito orgulho do trabalho que realizamos no primeiro mandato no comitê. Agora temos outros desafios à frente e estou certa de que faremos um trabalho com muito afinco e amor. A causa da pessoa com deficiência é missão de trabalho e de vida — afirmou Mara.

 CRPD

Responsável por monitorar a implementação da Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, o CRPD reúne 18 membros de diferentes países — todos especialistas na temática da pessoa com deficiência. As nações que aderiram à convenção e a seu protocolo facultativo são obrigadas a apresentar ao comitê relatórios periódicos sobre a implementação dos direitos previstos no tratado. Dessa forma, cabe aos peritos a missão de analisar os documentos e apresentar suas preocupações e recomendações sobre temas relacionados a inclusão, acessibilidade, educação, saúde, trabalho, além de outros direitos conquistados por esse segmento.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: Agência Senado

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Confira a pauta de julgamentos do STF desta quarta-feira (12)