in

Cletinho critica ‘privilégios’ nos Três Poderes e defende reformas

Em pronunciamento no Plenário, nesta quinta-feira (4), o senador Cletinho (Republicanos-MG) criticou os “benefícios e privilégios” concedidos a membros que integram os Três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário. Ele destacou que benefícios, como auxílio-moradia e planos de saúde especiais, afastam as autoridades da realidade enfrentada pela maioria da população. 

— Vocês não sabem o valor disso, porque é muito fácil. O povo brasileiro paga para vocês terem essa mordomia, para vocês viverem no país das maravilhas. Tem até auxílio-paletó e vocês não estão sabendo o que está acontecendo com o povo brasileiro. O parlamentar não sabe a realidade do transporte público, ele não pega um ônibus! — enfatizou. 

O senador ainda chamou atenção para os altos gastos públicos, mencionando a contratação de agências de viagens pela Câmara dos Deputados. Mencionou também gastos de quase R$ 1,3 milhão em diárias e passagens para um evento em Lisboa. O senador ressaltou que as despesas são “bancadas pelo povo, que sofre para pagar aluguel e impostos”. O senador propôs uma reflexão sobre a necessidade de cortes de privilégios e de um exemplo de austeridade por parte dos políticos. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

— Por que é só o povo que tem que pagar a conta? Quem tem que pagar a conta aqui somos nós. Eu acho que o que a gente precisa mostrar para a população brasileira é que estamos aqui para servir e não para ser servidos — destacou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: Agência Senado

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Girão cobra ‘altivez’ do presidente do Senado ante ‘abusos do STF’

Confira o edital complementar de reaproveitamento da 1ª fase do 40º EOU