in

Sistema de reconhecimento facial será destaque na 24ª Reunião de Projetos de TIC

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) abriu consulta on-line para definição de projeto a ser abordado durante a 24ª Reunião de Apresentação do Portfólio de Programas e Projetos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), prevista para segunda-feira (24/6), às 15h. O prazo para manifestação dos representantes de tribunais que participarão do evento virtual se encerrará na sexta-feira (14/6), e o registro da preferência pode ser feito por meio de formulário on-line.

Os participantes poderão escolher entre três projetos: o Novo Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (Novo SNA); o Domicílio Judicial Eletrônico; e o Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP 3.0).

A reunião também será oportunidade para melhor conhecimento do Sistema de Apresentação Remota e Reconhecimento Facial (Saref), criado para trazer, por meio da Plataforma Digital do Poder Judiciário (PDPJ-BR), praticidade, segurança e economia no comparecimento remoto em juízo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Entre as opções de escolha para definição do outro projeto a ser apresentado, o Novo SNA busca a evolução do atual sistema para adequar-se aos padrões da PDPJ. Quanto ao Domicílio Judicial Eletrônico, o objetivo é centralizar comunicações processuais eletrônicas de toda a justiça brasileira. Por fim, o BNMP 3.0 busca a atualização do banco para atender diretrizes recentes, conforme previsto na Resolução CNJ n. 417/2021.

O Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), do CNJ, promove reuniões virtuais com os representantes dos tribunais que atuam com TIC a fim de compartilhar conhecimento, difundir inovações e boas práticas e promover o alinhamento de rotinas de trabalho para, enfim, ofertar atendimento mais seguro e eficiente ao usuário da Justiça.

Na edição anterior, a vigésima terceira dessa série de encontros, realizada no dia 29 de abril, os participantes conheceram um pouco mais sobre o Portal de Serviços e sobre o Data Lake, projeto para o fornecimento de informações acerca de metadados e dados estruturados e não estruturados de processos judiciais. A próxima reunião, a vigésima quinta da série, está agendada para 26 de agosto.

Texto: Luís Cláudio Cicci
Edição: Beatriz Borges
Agência CNJ de Notícias

 

Fonte Oficial: Portal CNJ

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Vitória da advocacia: após atuação da OAB, 2ª Turma do STF aprova sustentações em agravos