TSE

partidos não podem mais formar coligações — Portal da Justiça Eleitoral

Descrição Conexão Eleitoral: partidos não podem mais formar coligações Palavras-chave: Legislação eleitoral , Youtube , Eleições , Tribunal Superior Eleitoral , Justiça Eleitoral . Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/videos/conexao-eleitoral-partidos-nao-podem-mais-formar-coligacoes. ​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do …

Leia Mais »

Grupos de Trabalho avaliam e propõem ações para modernizar procedimentos das eleições — Tribunal Superior Eleitoral

Avaliação do pleito anterior, planejamento da próxima eleição, cadastramento biométrico, recadastramento eleitoral, sessões de julgamento, prestações de contas dos partidos políticos, campanhas educativas, audiências públicas. O trabalho na Justiça Eleitoral é contínuo, e o primeiro semestre de 2019 foi intenso, com a instalação de diversos Grupos de Trabalho (GTs) para …

Leia Mais »

Projeto Eleitor do Futuro – TRE-MG

Juíza Roberta Fonseca explica ampliação do projeto Eleitor do Futuro Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/videos/projeto-eleitor-do-futuro-tre-mg. ​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Leia Mais »

TSE mantém cassação de diplomas e determina realização de novas eleições em Castelo (ES) — Tribunal Superior Eleitoral

Os eleitores de Castelo, no Espírito Santo, voltarão às urnas para escolher novos prefeito e vice-prefeito. Nesta quinta-feira (8), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por unanimidade, manteve decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) que cassou a expedição dos diplomas do prefeito Luiz Carlos Piassi e de seu vice …

Leia Mais »

TSE arquiva ação que alegava favorecimento de jornal estatal à campanha de Fernando Haddad — Tribunal Superior Eleitoral

Por unanimidade, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu pela improcedência de uma ação que apontava favorecimento de um jornal estatal da Paraíba à campanha de Fernando Haddad e Manuela d’Ávila, que concorreram, respectivamente, aos cargos de presidente e vice-presidente da República em 2018. Consequentemente o caso será arquivado. …

Leia Mais »