Em petição ao STF, OAB reafirma confiança na urna e relembra atuação em defesa da Justiça Eleitoral – OAB

Em petição protocolada ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (9/2), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reafirmou sua confiança no sistema eleitoral e nas urnas eletrônicas. No documento, a entidade destaca que a “a posição deste Conselho Federal a respeito das urnas eletrônicas e da confiança no processo eleitoral brasileiro é cristalina e inquestionável”. 

“Amparado pelas atribuições legais e experiência de atuação em diversos processos eleitorais, esta Casa sempre esteve ao lado das instituições, incentivando o diálogo entre os Poderes e defendendo a Justiça Eleitoral brasileira e nosso modelo. Pautados pelo respeito e diálogo com todas as autoridades legitimamente constituídas, não importando quem ocupe o cargo”, destaca o texto.

A petição pede ainda para derrubar a proibição de comunicação entre advogados que consta na decisão sobre a Operação Tempus Veritatis. “Tomamos essa medida porque é necessário assegurar as prerrogativas. Advogados não podem ser proibidos de interagir nem confundidos com seus clientes”, afirma o presidente nacional da OAB, Beto Simonetti. 

O documento esclarece que a OAB mantém, como deve ser, uma postura técnico-jurídica. “A atual gestão da OAB tem como prioridade os temas do dia a dia da advocacia, como as prerrogativas da profissão.”

Ainda em relação ao sistema eleitoral brasileiro, a petição reforma que “a urna eletrônica é motivo de orgulho para o Brasil, razão pela qual o CFOAB rejeitou as falsas acusações contra a Justiça Eleitoral por meio de notas, artigos, entrevistas, discursos e outros documentos”. “Fomos a primeira entidade civil a reconhecer a legitimidade dos resultados da eleição de 2022”, ressalta o texto. 

Por fim, no texto protocolado, a OAB reafirma compromisso da instituição com a democracia. “Importa ainda sublinhar a força da advocacia a serviço da preservação da democracia. Por isso, esta Casa rejeitará, ativamente, qualquer ataque que tente enfraquecer as eleições e, por consequência, a democracia. Sempre que tais ataques foram desferidos, a OAB reagiu. Neste ano, o CFOAB continua pronto a agir do mesmo modo, usando todos os instrumentos legais disponíveis”, enfatiza a petição.

Leia aqui a petição.

Fonte Oficial: http://www.oab.org.br/noticia/61927/em-peticao-ao-stf-oab-reafirma-confianca-na-urna-e-relembra-atuacao-em-defesa-da-justica-eleitoral.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

Beto Simonetti recebe desembargador Antonio Adonias em visita institucional – OAB

O presidente da OAB Nacional, Beto Simonetti, recebeu o desembargador do Tribunal de Justiça da …